Implant-assisted removable partial denture in long Class IV Kennedy: a biomechanical strategy

Autores

  • Amanda Aparecida Maia Neves Garcia Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru, Department of Prosthodontics and Periodontics. SP, Brazil.
  • Carolina Yoshi Campos Sugio Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru, Department of Prosthodontics and Periodontics. SP, Brazil.
  • Peterson Rogério Garcia Private Clinic, Odonto Clin-Implant Clinic. SP, Brazil.
  • Bianca Tavares Rangel Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru, Department of Prosthodontics and Periodontics. SP, Brazil.
  • Vinicius Carvalho Porto Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru, Department of Prosthodontics and Periodontics. SP, Brazil.
  • Karin Hermana Neppelenbroek Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia de Bauru, Department of Prosthodontics and Periodontics. SP, Brazil.

Resumo

Abstract

Removable partial dentures (RPDs) are an indication for Kennedy Class IV planification. However, in long edentulous space, it becomes a biomechanical challenge, since it results in an anterior free end, in turn, and in lever movements. Such conditions can create a greater probability of bone loss, torque on abutment teeth and instability of the denture. In this sense, strategies to improve the biomechanical performance of RPDs are essential in planning. The objective of this clinical case is to report the prosthetic rehabilitation of a partially edentulous patient, IV Kennedy classification, with implant-assisted RPD. Patient was complaining that her RPD in the upper arch was unstable and, among the treatment plan options, the chosen one was rehabilitation with a RPD supported by the molars (16 and 17; 26 and 27) and two implants in the 13 and 23 regions. Finally, o-ring components were installed on the implants and captured. Rehabilitation resulted in a RPD with favorable retention, stability, and esthetics. It is concluded that this treatment option contributed to the resolution of a clinical challenge derived from the difficulties associated with a long edentulous space in the anterior region and provided the patient with an aesthetic and functional denture.

Keywords: Biomechanic. Denture, Partial, Removable. Dental implants.

Resumo

Próteses parciais removíveis (PPR) são uma indicação para planejamento de Classe IV de Kennedy. Porém, em espaços edêntulos amplos, torna-se um desafio biomecânico, pois resulta em uma extremidade livre anterior e, por sua vez, em movimentos de alavanca. Tais condições podem criar maior probabilidade de perda óssea, torque nos dentes pilares e instabilidade da prótese. Nesse sentido, estratégias para melhorar o desempenho biomecânico dos PPRs são essenciais no planejamento. O objetivo deste caso clínico é relatar a reabilitação protética de um

paciente parcialmente desdentado, classificação IV Kennedy, com PPR implanto-assistida. A paciente apresentou queixa de instabilidade do PPR na arcada superior e, dentre as opções de plano de tratamento, o escolhido foi a reabilitação com PPR apoiada nos molares (16 e 17; 26 e 27) e dois implantes nas regiões 13 e 23. Finalmente, os componentes do o-ring foram instalados nos implantes e capturados. A reabilitação resultou em um PPR com retenção, estabilidade e estética favoráveis. Conclui-se que esta opção de tratamento contribuiu para a resolução de um desafio clínico derivado das dificuldades associadas a um amplo espaço edêntulo na região anterior e proporcionou ao paciente uma prótese estética e funcional.

Palavras-chave: Biomecânica. Prótese Parcial Removível. Implante Dentário.

Publicado

2024-07-03

Como Citar

1.
Garcia AAMN, Sugio CYC, Garcia PR, Rangel BT, Porto VC, Neppelenbroek KH. Implant-assisted removable partial denture in long Class IV Kennedy: a biomechanical strategy. J. Health Sci. [Internet]. 3º de julho de 2024 [citado 13º de julho de 2024];26(2):61-4. Disponível em: https://journalhealthscience.pgsscogna.com.br/JHealthSci/article/view/12343

Edição

Seção

Artigos